RAPIDINHAS

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Conheça os seres vivos reais que inspiraram Pokémon

Quando Pokémon foi lançado como uma franquia em 1996, tornando-se rapidamente um fenômeno multimídia mundial, os criadores de Pokémon imaginaram em sua obra um mundo totalmente novo com novas criaturas que nunca tínhamos visto antes. Ou será que não? 

Pois acredite ou não, a grande maioria das criaturas Pokémon tem inspirações de seres vivos da vida real! E assim como os Pokémon, tais seres são incrivelmente interessantes! Conheça os animais reais que foram inspirações para os Pokémon:


1 - Vileplume

Gloom e Vileplume, ambos inspirados por uma planta ainda mais estranha, Rafflesia arnoldii, conhecida por ser a maior flor de qualquer planta do mundo, mas esta não é a única coisa que a torna incomum. O gênero Rafflesia é encontrado em algumas florestas tropicais do sudeste asiático, e quebra muitas das regras que associamos às plantas floridas. Para começar, seus membros não têm folhas, caules ou raízes visíveis. A única característica visível que elas têm em comum com outras plantas floríferas é a própria flor... e até mesmo isso é incomum pois a floração ocorre por breves períodos de tempo. Pelo resto do tempo, a única evidência da existência da planta é um botão fechado, de cor escura. Outra característica atípica da Rafflesia é que ela não pode ser fazer fotossíntese. A fotossíntese é o processo utilizado por quase todas as plantas para fazer comida para si mesmas: elas tomam a luz do sol e a utilizam para fazer açúcar a partir de dióxido de carbono e água. A ráfia não contém clorofila, o pigmento verde utilizado para absorver a luz solar, e por isso a fotossíntese é impossível para elas. Eles utilizam uma estratégia muito diferente para obter alimentos, uma estratégia muito incomum para as plantas. Ela é parasita. Suas raízes evoluíram para apêndices chamados de haustório, que se enterram no tecido de outras plantas e sugam nutrientes. O tamanho varia dependendo da espécie de Rafflesia, embora em todos os casos elas sejam grandes. As Rafflesia arnoldii são as maiores, crescendo até mais de um metro de diâmetro e pesando mais de onze quilos, tornando-as assim as maiores flores do mundo.

Além disso, as flores emitem um cheiro extremamente pungente, semelhante ao da carne podre. Também parecem assemelhar-se visualmente a carne apodrecida. Dado que estamos acostumados a flores que cheiram agradável, ou no mínimo inofensivo, isto parece muito estranho. Mas se olharmos mais de perto, podemos ver que uma flor de cheiro doce e uma flor de cheiro adocicado são na verdade duas maneiras de alcançar o mesmo objetivo: a polinização. Uma flor regular atrai os insetos com seu aroma doce. Os insetos ficam cobertos pelo pólen da flor, que depois se espalha para outras flores da mesma espécie, resultando em polinização. Os insetos são atraídos por aromas adocicados, pois isso geralmente significa que há alimento para eles. E muitos insetos também são atraídos para a carne em decomposição, exatamente pela mesma razão. Moscas e outros insetos são atraídos pelas flores de Rafflesia pelo cheiro do que parece ser uma refeição livre, e então acabam espalhando o pólen da planta para outras de sua espécie. Embora não poderiam ser mais diferentes dos nossos narizes delicados, estes são na verdade dois exemplos da mesma estratégia reprodutiva.

2 - Magikarp



Magikarp é um Pokémon aquático e um grande peixe com escamas de cor laranja. A Magikarp se agita enquanto pisca seus grandes olhos salientes com sua boca aberta.

O peixe-rocha Yelloweye é um dos maiores membros do gênero Sebastes e é apreciado por sua carne. Tanto o peixe real quanto o Pokémon são de cor laranja e têm longas espinhas rígidas na cabeça para protegê-los dos predadores.


3 - Drowzee



          

O Drowzee, um Pokémon hipnótico com insônia que sente sonhos com seu nariz em forma de tronco foi inspirado pela anta malaia (Tapirus indicus). Ela não consegue sentir seus sonhos como o Drowzee, mas a anta malaia tem muitas semelhanças com o Pokémon. A anta é um mamífero grande com um tronco curto. Ela usa seu focinho para pegar coisas. Além de ambos terem um focinho curto, o Drowzee parece ter sido inspirado pelo colorido de duas cores da anta.

4 - Sandslash

Os pangolins são uma ordem de mamíferos de aparência curiosa que parecem tatus e tamanduás, e são a inspiração para o Pokémon Sandshrew e o Sandslash.

Mas, apesar de possuírem corpos blindados e comerem principalmente formigas e cupins, os pangolins não têm nenhuma relação com tatus ou tamanduás. No total, há seis espécies de pangolins; duas destas espécies residem na África e quatro residem na Ásia.

Nos últimos anos, os pangolins se tornaram mais proeminentes na cultura popular, e há até mesmo um Dia Mundial do Pangolim, que é comemorado no terceiro sábado, em fevereiro. Enquanto Sandshrew se parece mais com um tatu, Sandslash se parece muito com um pangolim com suas escamas de queratina.


5 - Poliwag

O que é isso?

Assim como o Poliwag, o padrão espiralado nos corpos destes girinos costarriquenhos são na verdade seus intestinos enrolados, além de uma bela vista de perto de sua dieta aparentemente baseada em areia. Existem muitos animais transparentes no mundo, mas os cientistas ainda não podem concordar sobre o porquê. Muitas vezes se pensa que é apenas uma forma de camuflagem.


6 - Shellos 
A lesma do mar Chromodoris lochi foi a inspiração para o Pokémon Shellos e Gastrodon. Chromodoris lochi, é uma espécie de lesma marinha colorida, um nudibrânquio, molusco gastrópode marinho da família Chromodorididae.


7 - Chatots

Chatot se assemelha muito a um inseparável-mascarado, uma das nove espécies do gênero Agapornis, pequenas aves da família dos Psitacídeos. A espécie é nativa do nordeste da Tanzânia e amplamente criada sob cativeiro como mascote.

Fazendo upload: 322150 de 322150 bytes.

8 - Caterpie

    

Caterpie é um Pokémon tipo inseto. É conhecido por devorar folhas maiores que seu corpo e liberar um odor intenso de suas antenas alaranjadas ao lutar contra outro Pokémon. Não se pode perder as semelhanças entre a Caterpie e a lagarta de cauda de andorinha tigre oriental (Papilio glaucus). As duas criaturas têm um corpo verde distinto com antenas cor de laranja brilhante.

A cauda de andorinha tigre do leste é uma borboleta nativa do leste da América do Norte. Semelhante à Caterpie, a lagarta cauda de andorinha possui o órgão chamado osmeterium, um órgão carnoso laranja que emite um odor desagradável para afastar os inimigos quando ameaçada.


9 - Krookodile

Apesar de parecer meio óbvio que o Krookodile nos lembre de crocodilo, o visual desse Pokémon é inspirado em um Gavial, uma espécie de réptil que habita os rios indianos e é conhecida por seu focinho alongado.

10 - Gorebyss

Esse peixe cartilaginoso, é uma das mais antigas espécies de peixe do mundo. A quimera de nariz comprido (Harriotta raleighana) tem um certo parentesco distante de tubarões e raias. Esse animal possui uma cauda que pode crescer até cerca de um metro de comprimento.


11 - Mudkip

O Pokémon Mudkip foi inspirado no axolote, uma salamandra que popularmente possui o nome de peixe mexicano ambulante. No entanto, esse apelido está errado, pois estamos falando de um anfíbio.
Os axolotes são anfíbios bem peculiares, pois chegam na fase adulta sem passar pela etapa de metamorfose. Outra peculiaridade é que essa espécie não desenvolve pulmão e vive sua vida em meio aquático, diferente da maioria das salamandras. Graças a urbanização na cidade do México e a introdução de espécies que se tornaram rivais dos axolotes, essas salamandras começaram a correr risco de extinção.  Em 2013, uma pesquisa feita no lago que serve como habitat natural desse bichos, não avistou sequer uma espécie. No mesmo ano, meses depois, dois exemplares foram vistos no meio selvagem. 

Para servir de comparação, em 1998 eram encontrados cerca de 6000 exemplares por quilômetro quadrado. 

Graças a sua capacidade de regeneração, os axolotes são usados em pesquisas científicas. Na história, esses animais eram alimento básico na dieta asteca.

12 - Victreebel
Victreebel e seus parentes são baseados em plantas de jarro, um grupo de plantas que capturam suas presas com um arranjo conhecido como armadilha de queda livre

As plantas de jarro podem ser divididas em dois grupos: as do gênero Nepenthes, que são encontradas no sudeste da Ásia, Madagascar e norte da Austrália, e a família Sarraceniaceae, encontrada em todas as Américas. Pensa-se que pelo menos algumas delas evoluíram a partir de plantas predadoras mais simples chamadas armadilhas de papel de mosca, que ludibriaram suas presas com uma substância semelhante à cola na superfície de suas folhas. Com o tempo, as folhas se dobraram para dentro, resultando na estrutura semelhante a uma taça que vemos hoje. Victreebel parece ter muito mais em comum com o gênero Nepenthes.

O aro ao redor de uma armadilha Nepenthes é frequentemente muito colorido para atrair os insetos. Também é escorregadia, e os insetos que pousam sobre ela provavelmente acabam caindo para dentro. O interior da armadilha tem uma superfície lisa e cerosa que é difícil ou impossível de ser escalada. E dentro há um fluido digestivo. Ela é uma das plantas carnívoras mais conhecidas, justamente por seu formato característico.

Fazendo upload: 394208 de 394208 bytes.
13 - Articuno


O lendário Pokémon Articuno foi inspirado no pássaro cagu (Rhynochetos jubatus), uma ave da família Rhynochetidae, endêmica da ilha de Grande Terre, no arquipélago da Nova Caledônia; situado na Melanésia, Oceania; sendo sua ave nacional e adotada como emblema em sua terra. 

Está listada pela União Internacional para a Conservação da Natureza como espécie em perigo, sendo muito abundante no passado e quase extinta no século XIX, por suas penas de crista, apreciadas pelos criadores de extravagantes chapéus femininos, além de ter seu habitat ameaçado por ações humanas.


14 - Charmander


O Charmander é provavelmente uma figura familiar até mesmo para pessoas conhecedoras mais casuais da série, e se inspira na salamandra.

As salamandras são anfíbios, e embora se pareçam com os lagartos, não têm uma relação mais próxima com eles do que nós.

O ciclo de vida da salamandra varia muito dependendo da espécie, mas na maioria dos casos eles têm um estágio larval que tem brânquias e vive na água, antes de desenvolver os pulmões e se mover para terra como um adulto. Esta dependência de ambientes úmidos parece ser um pouco estranha com a associação do Chamander ao elemento fogo, mas é aqui que entram os equívocos. Durante muitos séculos, acreditava-se que as salamandras tinham uma forte associação com o fogo. O nível preciso de associação variava, mas todas as afirmações eram extremamente fantasiosas.


15 - Dewgong


O simpático Pokémon Dewgong foi inspirado pelo dugongo (Dugong dugon), o menor membro da ordem Sirenia, uma ordem de mamíferos marinhos que inclui igualmente o peixe-boi ou vaca marinha. É o único representante vivo da família Dugongidae, todos outros membros tendo sido extintos. O nome dugongo vem da palavra malaia duyung, que significa sereia. Podem atingir os três metros de comprimento e quinhentos quilogramas de peso.

A espécie habitou em tempos todas as regiões tropicais dos Oceanos Índico e Pacífico, mas hoje em dia a sua distribuição é mais limitada, e a UICN classifica a espécie como vulnerável à extinção, devido à caça por carne e óleo.

16 - Pikachu



O Pokémon favorito do Ash e bastante conhecido pela série foi inspirado pelo mamífero de nome muito semelhante, o pika. Curiosamente, o pika-de-ili (Ochotona iliensis), um raro mamífero foi redescoberto na China.

O pika-de-ili foi avistado pela primeira vez em 1983 na região da cordilheira Tian Shan, no noroeste da China. Quem descobriu o bichinho foi Li Weidong, que desde então criou uma fixação pelo animal. Isso porque descobrir espécies de insetos, aves e peixes é bastante comum, mas revelar um novo mamífero ao mundo é um evento bastante raro.

Os pikas-de-ili estão em extinção: estima-se que existam menos de mil exemplares da espécie. A última vez que Weidong havia fotografado um pika-de-ili foi no começo dos anos 90. Para constar: o “Ili” do nome é a cidade-natal de Weidong.

Existem outras espécies de pikas pelo mundo e podem ter sido elas a inspiração para o Pikachu do Pokémon. Diferente deles, o famoso personagem amarelo é extremamente popular, sendo a principal referência visual quando se fala da saga de Ash e do anime japonês.

17 - Psyduck


O design do Psyduck parece inspirar-se tanto em patos quanto em ornitorrincos. Sua coloração amarela, proporções e anatomia simples parecem ser inspiradas pelos patos de borracha, em particular.

18 - Starmie



A estrela-do-mar-girassol (Pycnopodia helianthoides), é considerada a maior estrela-do-mar do mundo. Ela é comumente encontrada no Pacífico, e geralmente têm de 16 a 24 membros, podendo chegar a 1 metro de diâmetro.

19 - Torterra


Pokémon inspirado pela tartaruga Elusor macrurus. Essa espécie de tartaruga é conhecida pela "pelagem" verde no topo da cabeça e casco e por conseguir usar sua cloaca para respirar. Nativa da região de Queensland, onde vive apenas no rio Mary a tartaruga não tem pelos. Seu "cabelo" arrepiado é na verdade alga: Ela passa tanto tempo submersa que alguns indivíduos acabam cobertos de algas e podem acabar com uns 'penteados' verdes. Ela pode ficar submersa por até 72h.

20 - Arcanine


Inspirado pelo Malamute do Alasca, um cão muito grande e forte. São confundidos com Husky Siberiano, mas o Malamute do Alasca tem um porte muito maior e uma pelagem mais densa. Esta raça é usada como cães de trenó para viagens pessoais e transportar trenós nas áreas congelantes do Alasca.

21 - Evee


Inspirado pelo Feneco. O Feneco também é conhecido como raposa-do-deserto e vive nas regiões desérticas do norte da África e Península Arábica.

22 - Gyarados


Inspirado pelo peixe-remo. O peixe-remo ou rei-dos-arenques mede aproximadamente 11 metros de comprimento. Por muito tempo ele foi considerado um mistério para a ciência por ser uma criatura bem peculiar. Antigamente acreditava-se que ele era uma espécie de monstro marinho.

23 - Mantine


Foi inspirada pela arraia jamanta (Mobula birostris). Também conhecida como morcego-do-mar, peixe-diabo, raia-diabo ou juneco, a jamanta tem o corpo em forma de losango e uma cauda longa sem espinho. Ela pode atingir sete metros de envergadura e pesar até 1,350kg, além de viver até 20 anos.

24 - Metapod


Inspirado pelas pupas da borboleta Pieris rapae. A borboleta Pieris rapae é uma espécie totalmente coberta de "pelos". Ela pode ser encontrada em toda a Europa, Norte da África e Ásia e também tem sido introduzida acidentalmente na América do Norte, Austrália e Nova Zelândia, onde tem se tornado pragas.

25 - Mew


Inspirado pelo rato canguru. O Rato-canguru é o nome popular dado aos marsupiais classificados na família Potoroidae. Ele pode ser encontrado em toda região da Austrália.

26 - Pigey


Inspirado no pássaro Picoteiro-Americano (Bombycilla cedrorum). São normalmente encontrados na América do Norte e América do Sul.


Esses são alguns dos exemplo de inspirações, mas há centenas de outras! Você conhecia alguma delas? Conhece outras?  Comenta aí!


Fontes:

1, 2, 3, 4

  • Comentários do Blog
  • Comentários do Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Avaliado item: Conheça os seres vivos reais que inspiraram Pokémon Descrição: Classificação: 5 Revisado por: Como Somos Biologia