RAPIDINHAS

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

Coronavírus pode ter sido criado em laboratório?

Quando ouvimos falar pela primeira vez do Coronavírus, nossa reação foi, ah é apenas mais um vírus, quando se tornou uma pandemia, começamos a observar diversas teorias da conspiração e hipóteses de que o vírus que causa a Covid-19 foi criado em laboratório de Wuhan.

Apesar de todas essas especulações, não existe nenhuma evidência de que o Sars-CoV-2 tenha sido liberado propositalmente de um laboratório.

Uma pesquisa publicada na revista Nature mostrou que o vírus não possui sinais de ter sido projetado.



Mas por que??

O domínio de ligação ao receptor (RBD) na proteína Spike é a parte mais variável do genoma do coronavírus. O SARS-CoV-2 parece ter um RBD que se liga com alta afinidade à ACE2 de humanos e outras espécies com alta homologia de receptor. Isso permite que o vírus se conecte e infecte uma variedade de células humanas.

No entanto, outros coronavírus relacionados têm características semelhantes, fornecendo evidências de que eles evoluíram naturalmente, em vez de serem adicionados artificialmente em um laboratório. Ou seja, o RBD de SARS-CoV-2 é otimizado para ligação ao ACE2 humano com uma solução eficiente diferente das previamente previstas.

Além disso, se a manipulação genética tivesse sido realizada, um dos vários sistemas de genética reversa disponíveis para coronavírus provavelmente teria sido usado. No entanto, os dados genéticos mostram de forma irrefutável que o SARS-CoV-2 não é derivado de qualquer estrutura viral usada anteriormente. Em vez disso, os pesquisadores propõem dois cenários que podem explicar de forma plausível a origem do SARS-CoV-2:

(i)               seleção natural em um animal hospedeiro antes da transferência zoonótica;

(ii)             seleção natural em humanos após transferência zoonótica

 

A mistura ou “recombinação” de genomas distintos de coronavírus na natureza é um dos mecanismos que trazem novos coronavírus.

Desde o início da pandemia, o vírus SARS-CoV-2 parece ter começado a evoluir para duas cepas distintas, adquirindo adaptações para invasão mais eficiente de células humanas. Isso poderia ter ocorrido por meio de um mecanismo conhecido como varredura seletiva, por meio do qual mutações ajudam um vírus a infectar mais hospedeiros e assim se tornar mais comum na população viral. Este é um processo natural que pode, em última análise, reduzir a variação genética entre os genomas virais individuais.

Somente por meio de uma ciência robusta e do estudo do mundo natural seremos capazes de compreender verdadeiramente a história natural e as origens de doenças zoonóticas como a COVID-19. Isso é pertinente porque nosso relacionamento em constante mudança e contato crescente com a vida selvagem está aumentando o risco de novas doenças zoonóticas mortais emergindo em humanos. O SARS-CoV-2 não é o primeiro vírus que adquirimos de animais e certamente não será o último [1]. 


Adriana Cordeiro

  • Comentários do Blog
  • Comentários do Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Avaliado item: Coronavírus pode ter sido criado em laboratório? Descrição: Classificação: 5 Revisado por: Adriana Cordeiro