RAPIDINHAS

segunda-feira, 1 de março de 2021

As misteriosas rochas da Romênia: elas crescem, reproduzem e se movimentam

Quais são as características de um ser vivo? Provavelmente você diria que um ser vivo é aquele que pode se reproduzir, respirar, se movimentar, etc. 

Mas e o que dizer de rochas que possuem essas mesmas características? 

Conhecidas na Romênia como "Trovants" as pedras do vilarejo de Costesti, é um tipo de concreto de arenito que segrega protuberâncias e pode parecer crescer como se estivesse vivo.

São seres vivos ou fenômenos geológicos surpreendentes?

As pedras que crescem na Romênia, os Trovants, não são únicas apenas por causa de sua capacidade de multiplicação. Estas rochas são compostas principalmente de um núcleo de rocha dura, e o resto é composto de areia, que se forma ao redor do núcleo como sua casca.

Os trovants são produzidos por acumulações de areia altamente porosa e depósitos de arenito que são cimentados por águas ricas em carbonato de cálcio. O nome "Trovant" (trovanti) foi feito e introduzido pelo naturalista Gh. M. Murgoci, em sua obra "O Terciário em Oltenia".



Indo direto para a pergunta: O que faz estas rochas se multiplicarem? Como você já leu antes, qualquer forma de água rica em carbonato de cálcio é essencial para formar um Trovant, e isso também é a chave para fazer a rocha crescer na presença de água da chuva.

Após cada chuva forte, os Trovants absorvem os minerais da chuva. Os minerais são combinados com os elementos químicos já presentes na rocha que mais tarde cria uma reação e pressão no interior. A pressão faz a rocha crescer espontaneamente do centro para suas margens e se multiplicar, com uma taxa de deposição de cerca de 4-5 cm em 1000 anos.



Os trovants geralmente aparecem com formas suaves e sem bordas. Cilíndricos, nodulares e esféricos; eles desenvolvem estas formas inconsistentes conforme crescem e se multiplicam devido à secreção irregular do cimento. Você pode ver estas formações crescerem a partir de alguns milímetros, ou até 10 metros de altura.


Os trovants não são apenas estranhos devido à sua estrutura e capacidade de crescer e multiplicar-se. Eles também podem se mover de um lugar para outro. Fora isso, há relatos que anéis de idade são visíveis quando se corta a pedra, mas ainda não há uma explicação definitiva para estas características únicas.

Estas rochas surgiram devido aos terremotos, que ocorreram há seis milhões de anos. O reservatório de areia foi criado após a sucessiva sedimentação do material transportado pelos rios.


Se você quiser ver estas rochas de perto, então vá imediatamente para o Condado de Valcea, na Romênia. Você pode ir a uma pedreira de areia próxima ao vilarejo Costeşti ou ao longo de um rio em Gresarea Brook próximo ao vilarejo Oteşani, a aproximadamente 15 km de Horezu. Você também pode ver os Trovants na Reserva Natural "Trovants Museum" administrada pela associação Kogayon, que tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a proteção do meio ambiente. Este museu, localizado dentro do vilarejo Costeşti, é protegido pela UNESCO.

As características combinadas de criaturas vivas e rocha, faz com que essas formações rochosas peculiares atraiam muita curiosidade e turistas. Apesar de tudo indicar que elas são fenômenos geológicos únicos, que mexem com o imaginário popular, elas certamente são interessantes de se ver, tocar e usar. Além de seu amplo uso como material de construção para lápides, os habitantes locais também as utilizam para fazer lembranças.

Não apenas na Romênia, mas também é possível ver as rochas em crescimento na Rússia, as estepes do Cazaquistão, República Tcheca, e outros lugares.


Fontes:

1, 2, 3

  • Comentários do Blog
  • Comentários do Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Avaliado item: As misteriosas rochas da Romênia: elas crescem, reproduzem e se movimentam Descrição: Classificação: 5 Revisado por: Como Somos Biologia