RAPIDINHAS

sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

É possível enxergar sem ter olhos?

Identificar alimentos, fugir de predadores e acasalar já é um desafio para animais que podem enxergar, mas e aqueles animais que não possuem olhos, como eles fazem para ver e realizar suas atividades e sobreviverem em um mundo hostil?

Sabemos que mesmo animais com olhos - mesmo olhos bastante sofisticados - dependem de outras partes do corpo para "ver". Os animais sem olhos tiveram sua evolução com essa percepção de "enxergar" e perceber o mundo ao seu redor de outra perspectiva. 

Nem sempre é necessário uma imagem para dizer que você poder ver. Assim, eles usam uma variedade de sentidos incríveis para caçar, reproduzir, viajar e sobreviver. Veja nossa lista abaixo:

 

TOUPEIRA-NARIZ-DE-ESTRELA



É encontrada principalmente no leste do Canadá e na parte nordeste dos Estados Unidos. Esse rápido e enérgico escavador pode detectar pequenas presas e engoli-las com uma velocidade muita rápida, exemplo, um motorista leva cerca de 650 milissegundos para pisar no freio depois de ver o semáforo à frente ficar vermelho. A toupeira de nariz estrelado, operando na escuridão de sua toca, pode detectar a presença de um petisco saboroso, como uma larva de inseto, determinar se é comestível e engoli-lo na metade desse tempo.

Como ela faz isso, a toupeira-estrela ou toupeira-nariz-de-estrela  (Condylura cristata) vive no subsolo ela possui 22 apêndices que se projetam ao redor de seu nariz, onde dentro deles estão 25.000 minúsculos órgãos sensoriais chamados órgãos de Eimer, e eles são tão sensíveis que podem detectar ondas de energia que se movem através das camadas do nosso planeta, assim ela enxerga o mundo ao seu redor, mesmo da total escuridão.

 

OURIÇOS-DO-MAR

Até recentemente, os pesquisadores não tinham certeza da visão do ouriço-do-mar, pois o animal também não possui olhos. Mas, eles veem usando células marcadas com opsinas (proteínas) sensíveis à luz em seus pés tubulares, que estão por todo o corpo. Permitindo-lhe ver tão bem quanto um caranguejo-ferradura ou um náutilo, ambos com olhos genuínos, embora primitivos.

 

HYDRAS


Assim com os ouriços-do-mar as hidras têm opsinas em seus tentáculos, especificamente em suas células urticantes, conhecidas como cnidócitos. As hidras picam com mais força em luz fraca do que em luz forte, talvez porque tenham evoluído para reconhecer sombras como sinais de presas ou predadores - quanto mais disparam na presença de uma sombra, maior é a probabilidade de atingirem seus alvos.

 

O OLMO: Salamandra cega

O olmo já foi descrito como um dragão bebê devido ao seu corpo pequeno e semelhante a uma cobra. É totalmente aquático, nadando com uma contorção serpentina, enquanto busca insetos, caracóis e caranguejos. É essencialmente cego, embora seus olhos ocultos e até mesmo partes de sua pele ainda possam detectar a presença de luz. Ele também tem uma variedade de supersensos, incluindo olfato e audição intensificados e, possivelmente, até mesmo a capacidade de detectar campos elétricos e magnéticos.

 

 SERPENTE-DO-MAR

Ophiocoma wendtii possui essa capacidade exótica graças às células sensíveis à luz, chamadas fotorreceptores, que cobrem seu corpo e células pigmentares, chamadas cromatóforos, que se movem durante o dia para facilitar a mudança dramática de cor do animal de um profundo marrom avermelhado durante o dia para um bege listrado em período noturno.

Seus fotorreceptores são circundados durante o dia por cromatóforos que estreitam o campo de luz detectado, tornando cada fotorreceptor como o pixel de uma imagem de computador que, quando combinada com outros pixels, forma uma imagem inteira. O sistema visual não funciona à noite, quando os cromatóforos se contraem. 

Todos esses animais e centenas de outros evoluíram para sobreviver sem precisar dos olhos, a natureza é realmente surpreendente, e mais uma vez nos prova que sim é possível se adaptar em todas as situações.


Leia também: As melhores visões do Reino Animal

 

Fonte: [1]; [2]; [3]; [4]


Adriana R.Cordeiro

  • Comentários do Blog
  • Comentários do Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Avaliado item: É possível enxergar sem ter olhos? Descrição: Classificação: 5 Revisado por: Adriana Cordeiro