RAPIDINHAS

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021

#4 Pessoas influentes na Biologia - Carl Nilsson Linnaeus (Carlos Lineu)

O naturalista sueco Carl Linnaeus, (ou na forma aportuguesada Carlos Lineu) estabeleceu o sistema binomial de descrição de seres vivos e deu a primeira organização à ecologia. Ele é considerado o "pai da taxonomia moderna" e suas contribuições nas Ciências e Biologia transcenderam gerações.


Carl von Linné, Alexander Roslin, 1775 (óleo sobre tela, Castelo de Gripsholm)



Anos iniciais e educação

Carl Linnaeus nasceu em 23 de maio de 1707, em Råshult, Suécia, o mais velho dos cinco filhos de Nils e Christina Linnaeus. Dois anos após seu nascimento, seu pai tornou-se ministro em Stenbrohult, na Suécia. Foi lá que seu pai, que era um amante das flores, introduziu a botânica a Carl em tenra idade. E aos cinco anos de idade Carl tinha seu próprio jardim, que mais tarde ele disse, "inflamou minha alma com um amor insaciável pelas plantas". Carl estava mais interessado em plantas do que em seus estudos enquanto estudava na escola primária. Sua mãe esperava que ele se tornasse um ministro, mas ele não mostrou interesse nessa carreira. Johan Rothman, um mestre na escola secundária, encorajou os interesses de Carl na ciência e sugeriu que ele estudasse medicina. Nils Linnaeus concordou, e Rothman orientou Carl por um ano.

Em 1727 Linnaeus ingressou na Universidade de Lund. A instrução científica e médica era muito fraca lá, e após um ano ele se transferiu para a Universidade de Uppsala, onde as coisas não estavam muito melhores. Felizmente ele atraiu o interesse de Olof Celsius, um professor de religião que estava interessado nas plantas da Suécia. Celsius deu a Linnaeus espaço e alimentação gratuitos e encorajou seu estudo. O desenvolvimento mais importante em botânica na época foi o estudo da sexualidade das plantas. Linnaeus escreveu um ensaio sobre o assunto, que Celsius mostrou a um dos professores de medicina, Olof Rudbeck. Rudbeck ficou tão impressionado com Linnaeus que o nomeou palestrante em botânica e tutor de seus filhos.

As viagens de Linnaeus

De 1732 a 1735 Linnaeus viajou por toda a Suécia em nome do governo para estudar os recursos naturais do país. Linnaeus foi então para a Holanda para obter um diploma de medicina. 

Usando o traje tradicional do povo Sami da Lapônia, segurando a flor gêmea, mais tarde conhecida como Linnaea borealis, que se tornou seu emblema pessoal. Martin Hoffman, 1737.


Cidades onde ele trabalhava; aquelas fora da Suécia só foram visitadas durante 1735-1738.



Em 1735, após uma semana na Universidade de Harderwijk, Linnaeus fez os exames, defendeu sua tese sobre a causa da febre intermitente, e recebeu seu diploma. Ele passou a maior parte dos três anos seguintes na Holanda, mas também viajou para a Alemanha, França e Inglaterra. Ele teve muitos de seus trabalhos científicos publicados com o apoio de outros naturalistas e do rico banqueiro George Clifford. Linnaeus concluiu que em três anos ele tinha "escrito mais, descoberto mais e feito um maior reforma na botânica do que qualquer outra pessoa antes havia feito em toda uma vida".


Linnaeus voltou à prática da medicina em Estocolmo, Suécia, e teve muito sucesso. Em 1739 ele se casou com Sara Lisa Moraea, com quem teria seis filhos. Linnaeus se tornou professor de botânica na Universidade de Uppsala em 1741. Ele ensinou botânica, zoologia, história natural e outras matérias, e era muito popular entre seus alunos. O amor de seus alunos e o valor de seu trabalho garantiram sua ampla influência e lhe trouxeram muitas honras. Ele foi nomeado médico chefe real em 1747 e foi nomeado cavaleiro em 1758; ele então tomou o nome de Carl von Linné. Ele se aposentou em 1776 e morreu em Uppsala, Suécia, em 10 de janeiro de 1778.

Sistema binomial e classificação

Linnaeus é mais conhecido por criar sistemas de nomeação e classificação de plantas e animais. Percebendo que novas plantas estavam sendo descobertas mais rapidamente do que suas relações podiam ser estabelecidas, ele primeiro criou uma classificação simples com base no número de partes florais de cada planta. Este sistema permaneceu popular até o século XIX. Gradualmente Linnaeus também desenvolveu um sistema de nomes em que cada espécie de planta e animal tinha um nome de gênero seguido por um nome específico. Por exemplo, Plantago virginica e Plantago lanceolata eram os nomes de duas espécies de plátanos (uma erva). Botânicos concordaram em 1905 em aceitar sua publicação sobre o assunto Species plantarum (1753) e zoólogos concordaram em aceitar seu Systema naturae (1758) como ponto de partida oficial para nomes científicos de plantas e animais.

Página de título da 10ª edição de Systema Naturæ (1758)


Pioneiro em ecologia

Linnaeus discutiu pela primeira vez o tema da ecologia como uma área de investigação em uma tese em 1749. Ele discutiu a importância das relações entre os seres na natureza, e foi um dos primeiros naturalistas a descrever as cadeias alimentares. Ele também estudou as diferentes exigências de habitat entre as espécies e os hábitos alimentares dos insetos e animais com cascos. Ele insistiu no uso do conhecimento biológico não apenas na medicina, mas também na agricultura, acreditando que o controle efetivo das pragas agrícolas deve ser baseado em um conhecimento profundo de suas histórias de vida.


Entre suas outras contribuições, orientou dissertações e teses de estudantes na Universidade de Uppsala, supervisionando (e escrevendo grande parte de) 186 trabalhos.

Lineu escreveu ainda quatro autobiografias, encaradas nessa época mais como currículo vitae do que como veículo de autoelogio. O estilo descritivo poético, em particular nos relatos das suas viagens, influenciou a literatura sueca do século XVIII, tendo este tipo de obra sido predominante na Suécia em particular na segunda metade do século.

Os relatos das suas viagens são, por esta razão, os livros mais populares de Lineu na Suécia. Lineu empregou termos como “nicho” e “equilíbrio entre espécies” e descreveu a Natureza como “recheada de maravilhas e segredos”, mostrando uma preocupação ecológica com alguns contornos modernos.




Fontes: 1, 2, 3
  • Comentários do Blog
  • Comentários do Facebook

1 comentários:

  1. Divulgue seu link, site, blogs e páginas na web junte-se e ganhe 100 acessos em seu link https://www.waaap.net

    ResponderExcluir

Avaliado item: #4 Pessoas influentes na Biologia - Carl Nilsson Linnaeus (Carlos Lineu) Descri��o: Classifica��o: 5 Revisado por: Como Somos Biologia