RAPIDINHAS

quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Como são formados os ossos de um bebê?

 


Formação óssea, também chamada de ossificação, processo pelo qual um novo osso é produzido. A ossificação começa no início do desenvolvimento fetal, geralmente no final da oitava semana após a concepção, em humanos e é concluída no final da adolescência. O processo assume duas formas gerais, uma para osso compacto, que constitui cerca de 80% do esqueleto, e o outro para osso esponjoso, incluindo partes do crânio, omoplatas e as extremidades dos ossos longos. A ossificação é conseguida por células formadoras de osso chamadas osteoblastos.

No início do desenvolvimento fetal, os ossos começam a vida como cartilagem, ou seja, o esqueleto é feito de cartilagem.  A cartilagem é um tipo de tecido conjuntivo denso que é composto de fibras de colágeno e/ou elastina e células chamadas condrócitos, que estão todas definidas em uma substância semelhante a um gel chamada matriz extracelular. É bastante resistente e mais flexível que os ossos. A cartilagem não contém vasos sanguíneos, então os nutrientes se difundem através da matriz até os condrócitos.

Leia também: Quantos ossos existem no seu corpo?

A cartilagem tem várias funções, como fornecer uma estrutura sobre a qual a deposição óssea pode começar e fornecer superfícies lisas para o movimento dos ossos em uma articulação.

A cartilagem é gradualmente substituída por osso, quanto mais envelhecemos menos cartilagem temos. Células especializadas do tecido conjuntivo chamadas de osteoblastos secretam um material de matriz chamado osteóide, uma substância gelatinosa composta de colágeno. Logo depois que o osteóide é depositado, sais inorgânicos são depositados nele para formar o material endurecido conhecido como osso mineralizado. As células da cartilagem morrem e são substituídas por osteoblastos agrupados em centros de ossificação.

Através da placenta, o corpo da mãe fornece cálcio para o bebê, com esse mineral os ossos começam a endurecer, fortalecer e alongar. Essa transferência de cálcio continua até o nascimento – dependendo do período da gestação o bebê absorve cerca de 250 miligramas por dia para construir os mais de 300 ossos que constituem o esqueleto do bebê.

Algo muito importante o desenvolvimento dos ossos não termina quando o nascimento ocorre. Na verdade, eles continuam a crescer por um bom tempo.

Veja o vídeo abaixo mostra o incrível desenvolvimento de um feto durante a gravidez.

Abraços e até a próxima.





Fonte: 1.2.3.4.5.6


  • Comentários do Blog
  • Comentários do Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Avaliado item: Como são formados os ossos de um bebê? Descrição: Classificação: 5 Revisado por: Adriana Cordeiro