RAPIDINHAS

segunda-feira, 23 de março de 2020

Conheça os animais com os venenos mais potentes conhecidos

Qual é o animal com o veneno mais potente? Essa é uma pergunta difícil, não existe um estudo científico oficial comparando e rankeando os animais, do veneno menos para o mais potente. Entretanto, é possível montar uma lista com base em alguns parâmetros, entre eles o LD₅₀ (Dose letal mediana), que é a quantidade necessária de toxina para matar 50% de uma população em teste, como uma população de ratos de laboratório, por exemplo.

Antes de começar a lista, é preciso diferenciar o que é animal venenoso de peçonhento: Um animal é venenoso quando as suas toxinas são implantadas passivamente, sem uso de estrutura inoculadora de veneno. Já animal peçonhento é aquele que injeta a toxina diretamente sobre a vítima, com uso de uma estrutura inoculadora (dentes, ferrões, aguilhões, esporões, etc). Assim, todos os animais desta lista podem ser considerados dos grupos dos peçonhentos, já que todos possuem algum tipo de estrutura inoculadora de veneno.

Dito isso, vamos à lista:


19. Musaranho de cauda curta (Blarina brevicauda)

Pode não parecer, mas este pequeno mamífero possui um veneno potente o suficiente para matar 200 ratos, usando seus dentes incisivos estriados, cujo veneno escorre junto com a saliva, produzido por glândulas submaxilares. A substância isolada e purificada é chamada de toxina blarina (BLTX)¹

Embora isso não seja suficiente para matar um humano, sua toxina causa dor, inchaço e problemas musculares. 

Musaranho de cauda curta, mamífero encontrado em campos e áreas pantanosas na América do Norte

18. Monstro de Gila (Heloderma suspectum)


O monstro de Gila é um dos lagartos mais perigosos para o ser humano. É um réptil peçonhento que produz veneno em glândulas salivares modificadas em seu maxilar inferior, ao contrário das cobras, cujo veneno é produzido no maxilar superior. Embora o veneno seja tão tóxico quanto uma cascavel, ele produz apenas pequenas quantidades de toxina. Uma mordida não é fatal para nós, mas pode causar dores fortes, queda da pressão sanguínea e hemorragia. A recuperação pode demorar até cinco dias.  Mais de uma dúzia de peptídeos e outras substâncias foram isolados de seu veneno, incluindo hialuronidase, serotonina, fosfolipase A₂, e várias glicoproteínas do tipo calicreína responsáveis pela dor e edema causados por uma mordida. Também quatro toxinas potencialmente letais já foram isoladas do veneno do monstro de Gila, incluindo o veneno de horridum, que causa hemorragia nos órgãos internos e a helotermina, que causa letargia, paralisia parcial dos membros, e hipotermia em ratos².

O monstro de Gila pode ter entre 51 a 56 cm de comprimento e pesar entre 350 a 700 g, mas já foram encontrados exemplares pesando cerca de 2,3 kg.

17. Ornitorrinco (Ornithorhynchus anatinus)


Apesar de simpático, esse mamífero que parece uma mistura de pato com castor é um animal peçonhento, capaz de injetar veneno através dos esporões pontiagudos presentes nas patas traseiras. Apenas os esporões dos machos liberam veneno. Para os humanos, a misturas de toxinas presentes no veneno do ornitorrinco cria dores excruciantes que duram semanas, que até mesmo a analgesia por morfina não parece surtir efeitos. Entre as toxinas, são compostas em grande parte por proteínas semelhantes à defensinas (DLPs). A função das defensinas é causar lise em bactérias e vírus patogênicos, mas nos ornitorrincos também servem para defesa³.

Esse pequeno mamífero simpático é endêmico da Austrália

16. Peixe gato enguia listrado (Plotosus lineatus)


Esses peixes marinhos, encontrados principalmente em estuários, possuem espinhos injetores de veneno em cada uma das barbatanas peitorais e na primeira dorsal. O veneno pode ser letal a humanos. Entre as toxinas presentes, encontram-se toxinas proteináceas (crinotoxinas e plototoxinas), com atividade principalmente hemolítica.

Esses peixes são capazes de formar grandes cardumes para confundir seus predadores

15. Aranha marrom (Loxosceles sp)

Apesar de pequenas e não serem agressivas, essas aranhas possuem veneno hemotóxico, podendo causar náuseas, vômitos, necrose, dores musculares e articulares, estouro dos glóbulos vermelhos, lesões de órgãos e em casos mais graves, falência renal e até morte. Entre os componentes do veneno, está a enzima esfingomielinase-D que por ação direta ou indireta, atua sobre os constituintes das membranas das células.

Essa aranha é muito comum em residências, sendo encontrada atrás de armários e em ambientes escuros e protegidos

14. Cascavel diamante ocidental (Crotalus atrox)

Entre as espécies de cascavéis, esta é a maior cascavel e a cobra mais peçonhenta da América do Norte, com um rendimento super alto de veneno por picada: de 400-1.000 mg. São necessários apenas 100-150 mg para uma dose letal humana. Seu veneno contêm enzimas proteolíticas, sendo hemotóxico. Ele também contêm componentes hemorrágicos chamados zinco metaloproteinases

Costuma ser uma cobra muito perigosa, mas é encontrada apenas casualmente, preferindo se esconder dos humanos
13. Peixe Leão (Gêneros Pterois, Parapterois, Brachypterois, Ebosia e Dendrochirus)

O peixe-leão anuncia a sua toxicidade com a sua chamativa coloração de aviso. O veneno, libertado através dos raios das barbatanas, pode causar uma vários problemas que vão desde dor, vômitos e febre até convulsões, paralisia e até morte. A potência do veneno varia de acordo com a espécie e tamanho do peixe-leão. Seu veneno é uma combinação de proteínas, uma toxina neuromuscular e um neurotransmissor chamado acetilcolina

O peixe leão, apesar de perigoso, é extremamente belo
12. Viúva negra (Latrodectus sp)

A viúva negra fêmea tem grandes glândulas venenosas que fornecem veneno super concentrado que interfere com os sinais nervosos que controlam os músculos. O resultado é potencialmente fatal e causa dor intensa e pressão sanguínea elevada. Seu veneno possui vários componentes químicos como o ácido aminobutírico, hialuronidase, fosfodiesterase, polipetídeos, além de proteínas como latrotoxinas, característica do grupo.

As viúvas negras são aranhas pequenas, normalmente não agressivas mas de veneno potente
11. Peixe Pedra (Synanceia verrucosa)

As 13 espinhas nas costas destes peixes podem fornecer uma poderosa neurotoxina que pode causar dores excruciantes e possivelmente a morte em apenas seis horas se não for tratada. É o peixe mais venenoso conhecido atualmente. Seu veneno pode ser fatal com uma dose de apenas 18mg e consiste de uma mistura de proteínas, incluindo a estonustoxina hemolítica, a verrucotoxina proteinácea e a cardioleputina cardiotóxica.

São confundidos facilmente com pedras ou corais e podem sobreviver até um dia fora da água
10. Aranha armadeira (Phoneutria nigriventer)

O veneno desta aranha é tão potente que rivaliza com o poder de alguns venenos de cobra. As neurotoxinas podem causar dor intensa, paralisia, asfixia e finalmente, morte. As crianças são particularmente susceptíveis. O seu veneno contém duas toxinas:, a toxina PhTx3, um poderoso agente neurotóxico e a toxina Tx2-6, que desencadeia uma forte estimulação nervosa e aumenta a taxa de ácido nítrico no sangue¹º.


Esta aranha, possui grande porte e geralmente é agressiva quando ameaçada, esticando as pernas em "V", em posição de ataque
9. Naja indiana (Naja naja)

O veneno da naja contém toxinas tanto nervosas como cardíacas. A taxa de mortalidade de vítimas não tratadas é estimada em 20 a 30 por cento. Os componentes do veneno, incluem enzimas como a hialuronidase e os sintomas de envenenamento dessa cobra pode começar de 15 minutos a duas horas após a picada, e pode ser fatal em menos de uma hora¹¹.

Esta serpente é reverenciada na mitologia indiana e é vista frequentemente com encantadores de serpentes
8. Mamba negra (Dendroaspis polylepis)

É uma das cobras mais peçonhentas do continente africano. Também é a cobra mais rápida do mundo, capaz de se deslocar a 20 km/h. O que torna esta cobra particularmente perigosa é o fato de poder liberar muito veneno de cada vez.  O veneno é composto por duas famílias principais de agentes tóxicos, as dendrotoxinas (I e K) e as toxinas 3FTx¹². A combinação de neurotoxinas e cardiotoxinas pode matar em sete horas.

Sem tratamento, sua picada é mortal em 100% dos casos
7. Cobra-rei (Ophiophagus hannah)

A cobra-rei pode não ter o veneno mais potente desta lista, mas ainda assim está no ranking, porque os efeitos do veneno são incrivelmente mortais. Primeiro de tudo, pode cuspir a sua toxina, por isso nem precisa de te morder. Além disso, apenas 7 mililitros do veneno podem matar 20 humanos ou um elefante. Seu veneno consiste em citotoxinas e neurotoxinas, incluindo alfa-neurotoxinas e as toxinas 3FTx¹³.

Ao ser provocada, ergue um terço de seu corpo, expande a capa de seu pescoço e começa a emitir silvos semelhantes ao rosno de um cão
6. Escorpião vermelho indiano (Hottentotta tamulus)

É uma das espécies mais perigosas de escorpiões conhecido pelo ser humano.  O veneno afeta principalmente o sistema cardiovascular e pulmonar, levando eventualmente a um edema pulmonar, que pode causar a morte. Alguns componentes principais do seu veneno incluem a toxina tamapina¹⁴.

Eles estão entre 2 e 3.5 polegadas de comprimento e têm uma cor castanho-avermelhada escura a brilhante, embora alguns sejam de cor marrom ou cinza escuro

5. Aranha de teia de funil (Atrax robustus)

O potente veneno desta aranha é supostamente duas vezes mais mortal do que o cianeto. Os efeitos sobre um humano incluem aumento da pressão arterial, arritmia, coma e morte. O veneno age rapidamente e pode matar uma criança pequena em 15 minutos. É considerada a aranha mais perigosa do mundo. Seu veneno contém um composto conhecido como batracotoxina , um inibidor do canal iônico, que torna o veneno altamente tóxico para humanos e outros primatas¹⁵.

Esta aranha é grande e agressiva. Quando se sente ameaçada, ergue as pernas dianteiras em posição de ataque


4. Caracol-cônico (Conus geographus)

Os caracóis aquáticos podem mover-se lentamente, mas é precisamente por isso que o seu veneno é extra potente. Eles têm dentes ocos modificados chamados "rádulas" que são afiados o suficiente para penetrar numa roupa de mergulho, e a dose humana letal estimada é incrivelmente pequena - acredita-se que o veneno de um desses moluscos é suficiente para matar 20 humanos adultos. O valor LD70 estimado em humanos é de 0,001-0,003 mg/kg e em dois casos de envenenamento, apenas 0,0002-0,0005 mg resultaram em paralisia grave. O veneno é uma mistura complexa de centenas de toxinas diferentes. Não há antídoto para uma picada caracol, e o tratamento consiste em manter as vítimas vivas até o desgaste das toxinas¹⁷.

Ele é considerado o caracol mais mortal do mundo

3. Polvo de anéis azuis (Hapalochlaena maculosa)

Embora seja relativamente pequena - apenas do tamanho de uma bola de golfe - seu veneno é debilitante e mortal. Pode causar insuficiência respiratória em 10 minutos e morte em 30. Uma mordida pode matar até 26 pessoas e não há antídoto. O seu veneno é uma grande mistura de compostos tóxicos conhecidos como tetrodotoxina, é capaz de matar as vítimas com grande facilidade.

A quantidade de veneno liberada por um ataque deste polvo, é suficiente para matar em poucos minutos um animal do tamanho de um búfalo com cerca de 1200 Kg

2. Taipan do interior (Oxyuranus microlepidotus)

Considerada a cobra mais venenosa do planeta, apenas 110 mg de seu veneno — produção máxima registrada por picada — são suficientes para matar perto de 100 humanos adultos ou aproximadamente 250 mil ratos. Seu veneno, altamente tóxico afeta tanto o sistema nervoso como a coagulação do sangue. Se não for tratada a vítima, a mortalidade é de 100 por cento. Em casos de envenenamento grave, a morte vem rapidamente dentro de meia hora. Entre os componentes de seu veneno, são incluídas neurotoxinas (paradoxina, oxilepitoxina, alfa-oxitoxina, alfa-scutoxina), hemotoxinas, miotoxinas, nefrotoxinas, hemorraginas, enzima hialuronidase e paradoxina (PDX)¹⁶.

A cobra é endêmica da Austrália

1. Cubomedusa australiana (Chironex fleckeri)

Também chamada de vespa do mar, é o ser vivo mais letal conhecido. Embora ela não tenha o veneno mais potente desta lista, ela é provavelmente a mais mortal. Possui tamanho grande, mas é quase transparente na água, e seus tentáculos podem picar você com seus milhões de nematocistos, injetando uma grande quantidade de veneno. O simples toque desse animal produz dor súbita tão intensa que pode fazer com que a vítima se afogue. As toxinas do veneno podem causar dor extrema, paralisia, delírio, choque, parada cardíaca e até morte em minutos. A medusa tem veneno suficiente para matar cerca 60 adultos. Seu veneno contêm numerosos componentes químicos, incluindo toxinas neuromusculares, cardiotoxinas, hemolisinas, dermonecrotoxinas e compostos semelhantes à histamina¹⁷.

A dor de uma picada é considerada súbita e indescritível, de tão intensa
  • Comentários do Blog
  • Comentários do Facebook

1 comentários:

  1. Olá, Tudo bem?
    Conheça e faça parte do novo agregador que chegou!
    Participe fazendo o seu cadastro e enviando os links dos seus sites!

    Conheça já o Mahak!
    www.mahak.com.br

    Faça o seu cadastro de maneira fácil e simples! Não precisa cadastra seus blogs, só enviar os links.
    https://mahak.com.br/enviar-links

    Para aprovação dos links enviados é necessário inserir o nosso banner no seu site.
    https://mahak.com.br/parceiro/

    Seja muito bem-vindo(a)!
    Qualquer dúvida, entre em contato!

    --

    Atenciosamente,
    Mahak

    ResponderExcluir

Avaliado item: Conheça os animais com os venenos mais potentes conhecidos Descri��o: Classifica��o: 5 Revisado por: Como Somos Biologia