RAPIDINHAS

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Por que nossos ossos aparecem no raio X?


Você já fez um raio-x? Eles são comumente usados ​​para ver ossos quebrados. Os médicos também podem solicitar um raio-x ao tentar descobrir por que você não se sente bem.

Como em muitas das descobertas monumentais da humanidade, a tecnologia de raios-X foi inventada completamente por acidente. Em 1895, o físico alemão Wilhelm Roentgen estava experimentando  eletricidade  em um tubo especial quando alguns raios desconhecidos apareceram nos experimentos. Em um determinado momento, enquanto investigava a capacidade de vários materiais de deter esses raios, Wilhelm viu então a primeira imagem radiográfica, seu próprio esqueleto cintilando numa tela de platinocianeto de bário. Essa descoberta lhe rendeu o título de Doutor Honorário em Medicina. 

Atualmente o uso do Raio-X ou radiografia na medicina consiste num exame médico não invasivo que usa uma dose muito pequena de radiação ionizante para produzir imagens.

À medida que um raio-x passa pelo seu corpo, os tecidos e ossos do corpo absorvem e/ou bloqueiam o feixe em quantidades variáveis ​​dependendo da sua densidade. Isso cria uma sombra que é captada no filme ou um sensor colocado no lado oposto do feixe - uma analogia parecida de quando você segura uma lanterna na mão e joga uma sombra na parede.

Em um raio-x, os ossos aparecem brancos, o ar parece preto e os músculos/tecidos moles parecem cinzentos. A radiografia é usada para detectar fraturas ósseas, artrite, escoliose, tumores, osteoporose, líquido nos pulmões e infecção. [1]



  • Comentários do Blog
  • Comentários do Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Avaliado item: Por que nossos ossos aparecem no raio X? Descrição: Classificação: 5 Revisado por: Adriana Cordeiro